Blog

Novidades quentinhas saídas direto do forno!

Virtude nr. 12

06 outubro

Enfim, chegamos ao final do meu objetivo, que era passar para vocês as Virtudes Possíveis de se colocar em prática na nossa vida diária, mas que estavam um pouco esquecidas. Mesmo que seja impossível segui-las na sua totalidade, tomamos conhecimentos delas, e também ficamos sabendo o ponto de vista e a opinião de filósofos, cientistas, artistas, escritores e não sei se pra vocês, mas eu aprendi muito nessas lições.

Entre outras, passeamos pela Modéstia, a Paciência, Generosidade, Justiça, Coragem, Tolerância, Simplicidade e hoje vou transcrever como de costume alguns trechos da Virtude nr. 12 – Humor, desde já agradecendo ao autor dos artigos que foram publicados mês a mês na Revista Vida Simples, o Jornalista José Francisco Botelho.

…Na Grécia antiga, o teatro era coisa muito séria – mesmo quando se tratava de uma comédia.  As peças não eram simples passatempos: abordavam os assuntos mais prementes do momento, desde religião até a política, as guerras e as transformações da sociedade…as comédias zombavam da estupidez geral da humanidade – e um dos alvos favoritos desse tipo de peça eram as personalidades famosas do período, fossem políticos, guerreiros ou pensadores.

Um trecho que eu gostei muito:

…”Em alguns momentos de silêncio interior, no qual nossa alma se despe de seus papéis habituais, nossos olhos se tornam mais agudos e vemos a nós mesmos e à vida como um árido deserto. Desconcertados, temos a estranha impressão de que outra realidade, diferente daquela em que acreditamos nos foi revelada, uma realidade além das formas humanas” escreveu Pirandello. (Luigi Pirandello foi um grande dramaturgo, poeta e romancista)
– a vida então já não parece real, mas uma fantasmagoria mecânica.  Como poderíamos lhe dar alguma importância? Como poderíamos respeitá-la? Mas, no fim das contas, se paramos para pensar a respeito, vemos que tudo isso é muito engraçado. ”

…o riso nem sempre é uma virtude, mas o excesso de seriedade é, invariavelmente, um defeito. Sem um toque de humor, todas as Virtudes podem acabar desvirtuadas:

…não é por acaso que os fanáticos geralmente carecem de senso de humor: pois o fanatismo é um excesso de certeza, enquanto o humor é a consciência de que todos os assuntos e ações humanas têm uma pitada de insegurança.

Well espero que tenham aproveitado. Até a próxima

lili

 

facebooktwittergoogle_pluspinterestmail
Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta